Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

do alto do meu castelo

Se não puder escrever sobre o que penso, sobre o que sinto, sobre a vida, sobre este mundo retorcido, cortem-me as mãos e, por via das dúvidas, cosam-me a boca. De outra forma, não vou calar-me! Só os loucos podem mudar o Mundo.

do alto do meu castelo

Se não puder escrever sobre o que penso, sobre o que sinto, sobre a vida, sobre este mundo retorcido, cortem-me as mãos e, por via das dúvidas, cosam-me a boca. De outra forma, não vou calar-me! Só os loucos podem mudar o Mundo.

Para Portalegre com amor.

Portalegre…
Cidade mais que especial.
Cidade mais que importante.
Cidade que me apaixonou.

E não foi um amor à primeira vista este nosso. Foi uma paixão que foi crescendo à medida que o tempo ia passando. Amor recíproco. Portalegre que sempre me tratou tão bem.
Portalegre que me recebeu de braços abertos.
Portalegre onde vivi.
Portalegre onde amei, onde me perdi.
Portalegre que me refugiou, que me protegeu.
Portalegre onde sorri, onde brinquei.
Portalegre onde chorei.
Portalegre de onde fugi.
Portalegre onde me encontrei.
Portalegre que me fez feliz.

Portalegre cidade de loucuras.
Cidade de amores perdidos e encontrados.
Cidade de paixões fugazes.
Cidade de amizades únicas. De amizades puras.
Cidade de noitadas de estudantes.
Cidade de copos.
Cidade de passeios e brincadeiras.
Cidade de sonhos encontrados.
Cidade de mágicas paisagens.

Portalegre que amei.
Portalegre de esplanadas e karaokes.
Portalegre de jardins repletos de magia.

Portalegre que nos enfeitiça.
Portalegre que não queremos deixar.
Portalegre onde nada somos além de nós próprios.
Portalegre que respiramos, que bebemos, que sentimos e vivemos.

Cidade onde o tempo parou.
Cidade que nos tomou, nos acolheu.
Cidade que cuidou de nós.
Cidade de nós.

Portalegre, família.
Portalegre que abraçamos.
Portalegre onde querer é poder.
Portalegre para não esquecer.
Portalegre porto de abrigo.

Cidade que não esquecemos.
Cidade onde permanecemos.
Cidade do coração.
Cidade de sentimentos.
Cidade de pura ilusão.


(Texto escrito a 23 de Julho de 2008)

O Castelo

foto do autor

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D